sexta-feira, agosto 10, 2007

Boss(t)a Nova

A Bossa Nova original, tocada ainda pelos seus criadores, ja me parecia entediante o bastante. As modernices em geral inspiradas em João Gilberto e seus asseclas nunca me desceram muito bem... mas a fusão de drum n bass com bossa nova sempre foi meu maior dissabor nessa área.

Isso foi até conhecer o Nouvelle Vague e ver que o projeto liderado pelos arranjadores franceses Marc Collin e Olivier Libaux consegue mandar pro ralo todos os classicos da época da New Wave (punks, pos punks e demais contemporaneos vao junto, sem muita distincao). De Depeche Mode e Joy Division a Dead Kennedys e Blondie, as releituras conseguem, umas mais outras menos, inflar os testiculos de qualquer fã das bandas originais.

O projeto alterna nos vocais as cantoras Melanie Pain, Silja, Marina Celeste, Phoebe Kildeer e a brasileira Eloisia, entre outros, e conta ainda com diversas participações especiais (no video ao vivo do cover de Just Can Get Enough do Depeche Mode, Moby dá uma palha na guitarra e nos backing vocals)...

Mas toda essa aversão ao trabalho do Nouvelle Vague pode ser exagero de um saudosista radical como eu, e pode ser que ouvidos mais tolerantes e sintonizados com as novidades (ou nem tão novidade assim, ja que o primeiro disco é de 2004) percebam de outra maneira...

A banda está em turnê e passa por Recife, São Paulo e Rio em setembro.

Pra quem quiser conferir:

http://www.youtube.com/watch?v=l4efME9Vnlc [love will tear us apart]
http://www.youtube.com/watch?v=ZUqMMvwYJWk [just can't get enough]

http://www.myspace.com/nouvellevague

2 comentários:

Adriana Amaral (Lady A.) disse...

eu não consegui gostar dessa bosta ai.. alias é bem insuportável...rs

:wandeclayt: disse...

travou na minha garganta aqui... e como eu nao consegui engolir resolvi regurgitar em forma de post.